A iluminância de interiores de supermercados

Quando um cliente entra em um supermercado ele sofre influências diversas, sendo impulsionado pelas suas próprias ações e pelos estímulos que existem no ambiente.

Vale ressaltar a necessidade de integrar a iluminação e a arquitetura do supermercado com vistas a permitir uma comunicação com o cliente como uma estratégia de vendas.

Quando um determinado produto tem a iluminação ideal certamente irá atrair olhares dos consumidores. É essencial que as luzes utilizadas possam refletir o máximo possível as texturas, as cores e demais características desses produtos.

Para ajudar a conseguir isto, existem normas estabelecidas pela ABNT, como por exemplo a NBR 5413 e a NBR 8995 que, em conjunto, estabelecem os níveis ideais de iluminância de interiores de supermercados, como também de outros estabelecimentos.

A iluminação nos diversos setores do supermercado

Sabemos que os setores de um supermercado possuem produtos diferenciados e, portando, características particulares que devem ser trabalhadas a partir da iluminação.

Existem diversos recursos e níveis essenciais de iluminância para cada setor. É importante que o técnico que fará o projeto luminotécnico tenha em mente que muitos produtos poderão ser adquiridos ou não em virtude da cor, característica esta que pode ser valorizado a partir da iluminação.

Imagine o setor de padaria, o de açougue e também o de hortifrutigranjeiros. Todos esses precisam ser bem iluminados e que reproduzam corretamente as cores que influenciarão na decisão do cliente de comprá-los.

As NBR 5413 e a NBR 8995 estabelecem os níveis ideais de iluminância, a temperatura de cor e de ofuscamento nas áreas de caixa e de venda de um supermercado nos seguintes parâmetros:

300 lux em locais de pequenos vendas;

500 lux em locais de grandes eventos;

500 lux em locais de caixas registradoras.

No açougue

A temperatura de cor das lâmpadas utilizadas no açougue devem está entre 3.000k a 4.000k, especificamente de 90 Ra ou mais. A ideia é valorizar a cor da carne, além de evitar o apodrecimento precoce da mesma.

Nos hortifrutigranjeiros

Os frutos vermelhos precisam ser valorizados nesse setor, e por esta razão a temperatura de cor nas lâmpadas deve ser de 3.000k. Essas lâmpadas precisam proporcionar uma excelente luminosidade e reprodução de cores impecáveis.

Na padaria

A ideia é deixar um aspecto mais quente para os pães, e mais frios para os bolos. As lâmpadas fluorescentes amarelas são ideais para os pães, com temperatura de cor no mínimo de 3.000k podendo chegar até 3.100k.

Na parte de bolos e doces as lâmpadas fluorescentes brancas são ideais. A super 83 e a 830 são convencionais pois possuem baixa irradiação.

Nas prateleiras e gôndolas

Em setores que se utilizam prateleiras e gôndolas a iluminação deve ser direta utilizando lâmpadas fluorescentes com temperaturas de cor que se distingam das demais iluminações do supermercado.

Poderão ser utilizadas fluorescentes T-5 ou T-8 nas faixas de temperatura de cor 4.000K a 5.000K, e em alguns produtos que se queira destacar poderá utilizar luminárias de foco.

Áreas de caixas

Primeiramente deve-se ter a noção como segurança do trabalho o grau de iluminância essencial, como se prever na NBR 5413 que trata da iluminância de interiores.

Dessa forma, o atendente de caixa não deve fazer esforço visual, nem ter ofuscamento além de dispor de uma excelente acuidade visual no local e no entorno.

Além disso, o consumidor também deverá ser beneficiado para analisar mais uma vez o produto que está sendo comprado e poder visualizar normalmente as informações na tela do computador e no momento de realizar o pagamento.

Todas estas informações foram retiradas de pesquisas que buscam compreender a melhor relação da iluminância de interiores de supermercados com os clientes e, consequentemente, com o aumento de vendas.

Além disso, tomamos como base a NBR 5413 e a NBR 8995, que instruem conjuntamente engenheiros e arquitetos, além de outros técnicos de iluminação, na hora de criar um projeto luminotécnico para um supermercado.

Como todos nós somos clientes de supermercados, vale muito a pena compartilhar essas informações para que cada vez mais cobremos uma iluminação ideal dentro desses estabelecimentos.